Aplausos a Bolsonaro na posse de Milei marca laços Brasil-Argentina

Ex-presidente Bolsonaro é calorosamente recebido na posse de Milei na Argentina, fortalecendo laços políticos.

· 1 minuto de leitura
Aplausos a Bolsonaro na posse de Milei marca laços Brasil-Argentina
Aplausos e apoio a Bolsonaro em evento argentino destacam influência política transfronteiriça

Buenos Aires, 10 de dezembro: Uma cena pouco usual marcou a cerimônia de posse do novo presidente da Argentina, Javier Milei, neste domingo. O ex-presidente do Brasil, Jair Bolsonaro (PL), foi calorosamente recebido ao chegar ao evento, destacando a influência política que transpõe fronteiras na América do Sul.

Bolsonaro, que governou o Brasil de 2019 a 2022, aterrissou em Buenos Aires e dirigiu-se ao Congresso argentino, onde a cerimônia de posse estava sendo realizada. Sua chegada foi marcada por aplausos entusiásticos e gritos de apoio tanto de brasileiros quanto de argentinos presentes, com bandeiras do Brasil sendo agitadas em meio à multidão.

A recepção calorosa a Bolsonaro pode ser vista como um indicativo da crescente onda de apoio ao conservadorismo e ao liberalismo econômico na região, tendências políticas representadas tanto por Bolsonaro quanto por Milei. Este último é conhecido por suas posições ultraliberais e tem ganhado destaque no cenário político argentino.

Além dos aplausos, Bolsonaro aproveitou a ocasião para se reunir e posar para fotos com aliados políticos, incluindo Tarcísio de Freitas, governador de São Paulo, Jorginho Mello, governador de Santa Catarina, e Cláudio Castro, governador do Rio de Janeiro. Esses encontros simbolizam não apenas a união política interna, mas também uma possível aliança transnacional entre líderes de ideologias semelhantes.

O evento também serve como um lembrete das dinâmicas políticas em constante evolução na América Latina, onde as relações entre os países podem ser profundamente influenciadas pelas ideologias compartilhadas por seus líderes. A presença de Bolsonaro na posse de Milei não apenas reforça essa tendência, mas também sugere uma continuidade nas relações Brasil-Argentina, independentemente das mudanças de governo.

Enquanto Bolsonaro e Milei trocavam cumprimentos, a atmosfera no local refletia um momento de congruência política, simbolizando talvez um novo capítulo nas relações entre Brasil e Argentina, duas das maiores economias da América do Sul.