Debate intenso sobre 1964, democracia e postura do governo atual.

Deputado Pastor Henrique Vieira, do PSOL RJ, confronta General Heleno sobre 1964 e postura atual do governo.

· 1 minuto de leitura
Debate intenso sobre 1964, democracia e postura do governo atual.
Foto: Reprodução

Em uma sessão marcada por tensões, o Deputado Pastor Henrique Vieira, do PSOL RJ, enfatizou a necessidade de respeito durante as discussões e apontou diferenças claras entre a oposição e a base do governo Lula. O foco de seu questionamento ao General Heleno girou em torno da interpretação do movimento de 1964, com o Deputado criticando a visão do General de que foi um movimento legítimo e não um golpe.

O Deputado também trouxe à tona a postura do General em relação aos acampamentos que pediam uma intervenção militar, bem como sua declaração controversa sobre o resultado eleitoral. Além disso, o Deputado expressou preocupação com declarações misóginas e discursos de ódio associados ao General.

A sessão culminou com o Deputado relembrando a anulação do processo contra Lula e sua subsequente vitória nas urnas, destacando a legitimidade do atual presidente.

A sessão da CPMI evidenciou as tensões e divergências entre diferentes visões políticas, com destaque para a interpretação do movimento de 1964 e a postura em relação às eleições recentes.