Lula Refere-se a Bolsonaro como "O Coisa" e Pede Fim do Ódio

Em live, Lula critica Bolsonaro, pede fim do ódio e destaca a necessidade de respeito. Ele também questiona a gestão da pandemia e ações do ex-governo.

· 1 minuto de leitura
Lula Refere-se a Bolsonaro como "O Coisa" e Pede Fim do Ódio

Em sua transmissão ao vivo semanal, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez duras críticas ao ex-presidente, Jair Bolsonaro, a quem se referiu como "o coisa". Lula enfatizou a necessidade de acabar com o ódio e a polarização no país. "Não é sobre gostar ou não de alguém, mas sobre ser civilizado e respeitar o próximo", disse.

Lula ressaltou que o respeito deve prevalecer, independentemente das diferenças pessoais. "Se eu não gosto de você, é um problema meu. Mas isso não me dá o direito de ofendê-lo ou desrespeitá-lo", afirmou.

O presidente também abordou a gestão da pandemia por Bolsonaro, responsabilizando-o, em parte, pelas mais de 700 mil mortes no país. Segundo Lula, a falta de orientação e respeito à medicina e à ciência contribuiu para o agravamento da crise sanitária. Ele defendeu uma investigação aprofundada sobre as ações do governo durante a pandemia.

Lula ainda criticou Bolsonaro por questionar a integridade das eleições e por insinuar a possibilidade de um golpe. "O Brasil precisa aprender a respeitar suas instituições. Não cabe ao ex-Presidente da República desacreditar decisões da Suprema Corte", concluiu.