Pedro Satélite Falece

Após Luta Contra Câncer no Pâncreas

· 1 minuto de leitura
Pedro Satélite Falece
Foto: JLSiqueira - ALMT - Político Mato-Grossense Pedro Satélite Morre após Luta Contra Câncer no Pâncreas

Cuiabá, 5 de Janeiro de 2024 – O cenário político de Mato Grosso sofreu uma perda significativa. O ex-deputado estadual Pedro Inácio Wiegert, conhecido popularmente como Pedro Satélite, faleceu aos 68 anos, vítima de um câncer no pâncreas. A notícia de seu falecimento foi confirmada na madrugada desta sexta-feira, após uma longa batalha contra a doença.

Pedro Satélite, membro do PSD, teve uma trajetória política marcante em Mato Grosso. Iniciou sua carreira pública em 1986, em Guarantã do Norte, onde exerceu os cargos de vice-prefeito e prefeito. Sua influência se estendeu ao longo de décadas, refletindo um compromisso contínuo com a política regional.

Nos últimos meses, o ex-deputado lutava contra um câncer de pâncreas, uma batalha que infelizmente chegou ao fim com seu falecimento. Satélite estava recebendo tratamento em São Paulo antes de seu retorno a Cuiabá.

O velório de Pedro Satélite será realizado no Teatro Zulmira Canavarros, anexo à Assembleia Legislativa do Mato Grosso (ALMT). Ainda não foram divulgados os detalhes específicos quanto ao horário do velório e às cerimônias fúnebres.

A morte de Pedro Satélite gerou uma série de reações no meio político, com colegas e adversários políticos prestando homenagens e expressando condolências à família. Sua morte é vista não apenas como uma perda para a política de Mato Grosso, mas também para a comunidade que ele serviu ao longo dos anos.

O legado de Pedro Satélite permanecerá na memória política de Mato Grosso. Seu compromisso com a vida pública e sua contribuição para o desenvolvimento regional são aspectos marcantes de sua carreira.

Pedro Satélite deixa um vazio na política estadual, mas também deixa um legado de dedicação e serviço público. Seu falecimento é um momento de reflexão sobre a importância de figuras públicas na construção e manutenção da democracia regional.

Para mais informações, entre em contato com a Assembleia Legislativa do Mato Grosso.